Jaú comemora os 75 anos do vôo histórico de João Ribeiro de Barros

 

 

Jaú fez muita festa , na sexta-feira, 26 de abril de 2002, para comemorar os 75 anos da travessia do Atlântico Sul, realizada pelo aviador João Ribeiro de Barros. As comemorações começaram por volta das 9 horas, na Praça da Matriz, com um ato cívico que teve a participação do Coral Municipal de Jaú e de autoridades, civis e militares, além de alunos das escolas da rede municipal de ensino e parentes do aviador.

Após cantar os hinos Nacional e de Jaú, o Coral Municipal cantou a música “Asas do Jahu”, composta especialmente para homenagear João Ribeiro de Barros.

Em seu pronunciamento no ato cívico, a secretária de Cultura e Turismo, Lucy Monari, fez uma recuperação histórica dos momentos mais importantes da façanha do herói aviador.

O prefeito João Sanzovo Neto ressaltou que a epopéia de João Ribeiro de Barros serviria como roteiro para um ótimo filme de aventura e ação, com a certeza de muita emoção e de um final feliz.

Em seguida, na Galeria Deborah Barros de Almeida Prado, no saguão da Prefeitura, foi aberta ao público a exposição "Ribeiro de Barros – Herói Nacional", simultaneamente ao lançamento do carimbo temático sobre os 75 anos de travessia do Atlântico Sul, através dos Correios.

Os participantes da solenidade foram convidados a se dirigir ao Cine Municipal para assistir a exibição de um filme histórico, de dez minutos de duração, mostrando a chegada do Hidroavião Jahu ao Rio de Janeiro e a homenagem que a multidão fez para João Ribeiro de Barros.

À noite, a Câmara Municipal serviu de palco para que fossem homenageados o coronel aviador Ivo de Almeida Prado Xavier, chefe da Comissão Aeronáutica em São Paulo; o tenente-coronel Otacílio Soares de Lima, comandante do Grupamento Aéreo e da Patrulha Aérea da Polícia Militar e o Capitão da Polícia Militar de São Paulo, José Roberto Monte Oliva, responsável pela guarda do Hidroavião Jahu, que se encontra no Campo de Marte, em São Paulo.

Segundo a secretária da Cultura e Turismo da Prefeitura, Luci Rossi Monari, "a comemoração deste ano se reveste de um significado especial em razão da passagem dos 75 anos da façanha de João Ribeiro de Barros". A secretária ressaltou ainda "a importância do carimbo dos Correios que vão identificar todas as correspondências que saírem de Jaú, atravessando fronteiras e propagando a todos a passagem dos 75 anos deste ato heróico".